quarta-feira, 17 de maio de 2017

PROJETO ONU MULHER SERÁ DESENVOLVIDO NO RN

O Governo do Estado, através da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres, traz para o Rio Grande do Norte o projeto “O Valente não é Violento”. Em Brasília, a titular da SPM, Flávia Lisboa, firmou a parceria com Amanda Lemos da ONU Mulher e Coordenadora do Programa, que visa estimular a mudança de atitudes e comportamentos machistas, enfatizando a responsabilidade que os homens devem assumir na eliminação da violência contra as mulheres e meninas. A primeira reunião técnica para seu desenvolvimento deve ocorrer no inicio de junho e a implantação já em agosto. “O Valente não é Violento” é uma iniciativa dentro da campanha UNA-SE Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, do Secretário Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, que conta com o envolvimento de todas as agências da ONU e é coordenada pela ONU Mulheres. Já foi lançada em 8 países da América Latina (Cuba, Argentina, Equador, Honduras, Peru, Bolívia, Paraguai e Brasil) e até o final deste ano deve ser lançada em mais três países (Nicarágua, Venezuela e Costa Rica). De forma global o objetivo é livrar a juventude da violência de gênero. “Estamos felizes com a possibilidade dessa iniciativa aqui no RN. Precisamos atuar muito com a educação e a possibilidade de transformação das ideias pré-concebidas dos papéis femininos ou masculinos e das crenças sobre o que as mulheres e os homens devem ou podem ser ou fazer. Precisamos impedir que esse círculo de violência seja mantido. O Valente não é violento vai mostrar que homem  não é o que grita, oprime o mais fraco e agride mulheres”, comentou Flávia Lisboa. Segundo a ONU Mulher, quase um terço das mulheres sul-americanas foram vítimas de violência física ou sexual por parte de seu cônjuge, enquanto 10% sofreu violência sexual pelas mãos de outras pessoas