quarta-feira, 14 de junho de 2017

IPANGUAÇU, AFONSO BEZERRA E PENDÊNCIA RECEBEM DESSALINIZADORES


As cidades de Ipanguaçu, Afonso Bezerra e Pendências receberam um investimento do Governo do Rio Grande do Norte para minimizar os efeitos da seca. Ao todo, nos três municípios, mais de 450 famílias foram beneficiadas com a implantação de seis dessalinizadores que garantirão água potável para consumo. A solenidade de entrega foi realizada na comunidade de Picada, em Ipanguaçu, na tarde desta quarta-feira (14), e contou com o governador Robinson Faria, com o secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Ivan Júnior, e de prefeitos e lideranças políticas das região do Vale do Açu.

Na ocasião também foram assinados os acordo de gestão, documentos celebrados entre o Rio Grande do Norte, os municípios e as comunidades depois que a obra é entregue pelo Governo Federal. O documento define as regras de utilização do dessalinizador, como quantidade de água e o horário para de abastecimento.

Em Ipanguaçu, os sistemas beneficiarão as comunidades de Itu (147 famílias), Picada (139 famílias), Porto (68 famílias), Capivara (32 famílias). Em Afonso Bezerra, será beneficiada a comunidade Floresta (34 famílias), e em Pendências, a comunidade Mulungu (33 famílias). Nos seis dessalinizadores foram investidos R$ 650 mil reais. Mais de 450 famílias estão sendo beneficiadas.



Os dessalinizadores são um alento para as zonas que sofrem com a escassez de água. Vale ressaltar que o Rio Grande do Norte passa pelo sétimo ano consecutivo de seca, uma das piores estiagens do Nordeste nos últimos 50 anos.

Recuperação da RN 118 e investimento na fruticultura

Também no evento, o governador anunciou a recuperação da RN 118, que liga Caicó a Jucurutu, e também aporte financeiro para duas atividades importantes do Vale do Açu. “A nossa intenção foi trazer aos moradores dessas comunidades, nos três municípios, uma garantia para superar os efeitos de uma das piores secas do Nordeste. Essa água será utilizada para o consumo humano, mas também para a criação de tilápia. Outros investimentos que anunciamos foram o repasse de R$ 9 milhões para a fruticultura, para o pequeno produtor rural, e R$ 16 milhões para o Programa do Leite”, anunciou o chefe do Executivo estadual.

Outras ações de combate aos efeitos da seca 

No RN, para minimizar os efeitos da seca, foram feitos investimentos que chegam a R$ 19,9 milhões para implantar 103 sistemas de dessalinização em comunidades rurais do semiárido potiguar, como parte do Programa Água Doce (PAD). O montante contempla também duas unidades demonstrativas, dois sistemas de dessalinização movidos a energia solar e a revitalização da unidade demonstrativa de Caatinga Grande.

A execução do programa no RN tornou-se referência nacional pela constante fiscalização dos sistemas e pela excelência dos resultados apresentados.

Outro programa é a Operação Vertente, uma ação do Governo do RN iniciada em 2016 que atende com carros-pipa cidades que sofrem com colapso de água.

A 1ª fase da Operação Vertente aconteceu de setembro de 2016 a fevereiro de 2017, e abasteceu 13 cidades das regiões Alto Oeste e Seridó, atendendo 150 mil pessoas.

A 2ª fase da Operação Vertente beneficiará 110 mil pessoas e foi iniciada em junho de 2017. Através de 73 caminhões-pipa em cidades do Seridó e Oeste.