sábado, 15 de abril de 2017

''NÃO DAREI TRÉGUA'', DIZ NOVO TITULAR DA DELEGACIA DE POLÍCIA CIVIL DE CARAÚBAS



O novo delegado de polícia civil de Caraúbas Drº Luiz Antônio deu uma entrevista ao radialista Gilson de Souza do programa Cenário em Debate na rádio Centenário AM1510. O delegado Luiz Antonio disse que está vindo pra somar e dá o máximo dele junto com a PM, Judiciário e Ministério Público visando o bem comum da população.

Perguntado como ele vê Caraúbas no que se refere a violência ele respondeu?

“A cidade de Caraúbas sempre teve a má fama com um histórico de violência e na época não havia um histórico de droga mas isso não é só um problema de Caraúbas mas de todo o pais. Estive com o delegado Erike Gomes ele me repassou algumas informações, mas não o inventario”.

O delegado falou do efetivo reduzido o que acaba facilitando a ações criminosas, mas que o mesmo vai buscar juntamente com o delegado regional de Patu parceria para realizar o trabalho mais eficiente. Falou também que pretende conversar com o responsável pela cia da polícia militar de Caraúbas Ten Luiz Antonio e juntos colaborar para melhor segurança de Caraúbas.

Citou que em breve está chegando aqui em Caraúbas a Operação Madrugada segura e isso irá reforçar nosso efetivo quanto a segurança.


“Outro questão que me procuraram foi a questão de menores andado de moto eu NÃO VOU DAR TRÉGUA vou apreende-los instaurar inquérito conversar com o juiz abrirei procedimento e os pais u responsáveis irão responder na justiça para que esses menores que ficam andando em cima de calçada, fazendo barulho canos esportivos com motos, empinando seja punido na forma da lei. A população poderá ajudar a identificar eles essas pessoas e não é só moto de carros também, vão responder na justiça vou intimar prender em flagrante é só chegar a denúncia que eu ou mês policiais vão busca repito NÃO DAREI TRÉGUA”.

“Peço a população que não passem trote, mas que nos ajude com denuncia não precisam se identificar e eu vou tomar as providencias já moro aqui na cidade estou aberto a conversar vou deixar meus telefones para a população ligar e mesmo com o número de policiais reduzidos não vou deixar de trabalhar”. Finalizou o delegado

Fonte: Radar 293